22.11.07

1ºCEB Santa Eulália

O SEGREDO
Encontrei um segredo
É gigante,
Mas cabe dentro
De uma semente
Pequenina, redonda
Dura, brilhante,
Tão interessante!
Este segredo
Não foi contado a ninguém
Caiu dos braços compridosDe sua mãe.
Pego-lhe com muito cuidado
Vou pô-lo na terra,
Depois talvez ele me conte
O segredo da existência
Da floresta.


NO CIMO DA SERRA ESTÁ
No cimo da serra está
Uma bandeira a acenar
Ao lado sete meninos
A aprender a reciclar
No cimo da serra está
Um enorme arvoredo
Ao lado sete meninos
A fazer um eco-brinquedo
No cimo da serra está
Um aerogerador
Ao lado sete meninos
A fazer um compostor
No cimo da será está
Um comprido avião
Ao lado sete meninos
Pondo pilhas no pilhão
No cimo da serra está
Um relógio a despertar
Avisando que é preciso
Toda a terá preservar


HÁ FOGO NA FLORESTA
Na negra escuridão
Uma luz um clarão
“É fogo é fogo”
Grita a multidão
Sirene a tocar
Bombeiro a partir
Fogo que alastra
Crepita medonho
No meio da serra
E a raposa mãe
Pelos filhos berra.
Árvores chorando
Folhas secando
Folhas sumindo
Na cinza do chão.
Labaredas mil
Crepitam no ar
E toda a floresta
Está a chorar.
A lagarta mole
Ficou derretida
Pois não teve fôlego
P’ra grande corrida
Fica em cinza transformadaJ
unto à doninha intoxicada.
Sobe no ar fumo negro sujo
E eu fico triste e Fujo.
Choro de raiva
Choro de pavor
Caem dos meus olhos
Lágrimas de dor.

PLANTEI
Plantei árvores
Plantei borboletas
Brancas castanhas
Amarelas e pretas
Plantei frutos
Plantei flores
Plantei ninhos
Plantei odores
Plantei calma
Plantei bem-estar
Plantei sombra
Para repousar
Plantei oxigénio
Para os pulmões
Plantei berços
Plantei caixões
Plantei casas
E sofás durinhos
Onde pernoitamOs passarinhos
Plantei navios
Plantei mel
Folhas sementes
Lápis papel
Plantei livros
Plantei beleza
Bancos, cadeiras
Camas e mesa
Plantei além
Plantei aqui
E toda a floresta
Para mim sorri.

5 comentários:

Barreto disse...

Fantástico! Se possível, esclareçam-nos apenas um dúvida, por favor: a autoria destes poemas.

Antonia Mendes disse...

Sou Antónia Mendes , Profesora da escola do 1ºCeb de Santa Eulália Seia. A autora dos poemas sou eu. É um modo de motivar os meus alunos para o problema ambiental.
Por lapso não me identifiquei.

Barreto disse...

Cara Sra. Prof.ª Antónia Mendes,

Não posso deixar de lhe endereçar os parabéns pela qualidade dos seus textos, sem dúvida uma excelente estratégia na sensibilização dos mais jovens (e não só) para estas temáticas. Continue o bom trabalho!

Eco-Escolas disse...

Parabéns Antónia. Muito interesante.
Gostava que nos explicasse como os trabalha com os seus alunos.
Continue!

Antonia Mendes disse...

Costumo trabalhar os poemas sempre de uma forma lúdica, criando nos alunos o gosto pela leitura,e ao mesmo tempo que trabalhar com eles temas que pretendo explorar.Tento através dos poemas incentivá-los a escrever, quando brincamos aos escritores. Utilizo sempre a interdisciplinar idade. Pode-se ver como trabalho o poema "Plantei" no meu blog.